sábado, 16 de julho de 2016

SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DO CARMO 16 de Julho




Os primeiros eremitas do Monte Carmelo, local da Terra Santa onde nasceu a Ordem do Carmo, construíram no meio das suas celas uma capela, centro das suas vidas, onde diariamente se reuniam para celebrar em conjunto a Eucaristia. Esta capela dedicaram-na à Bem-Aventurada Virgem Maria. Com este gesto, o primeiro grupo de Carmelitas escolheu-a como Padroeira, comprometendo-se deste modo a estar ao seu serviço e a esperar dela confiadamente a sua proteção. Tinham orgulho em ser chamados de Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo e defenderam este título com toda a energia, quando viram ameaçado o direito de ter este nome.

Maria acolheu a vontade de Deus quando lhe foi pedido para ser a Mãe do Salvador. Maria meditou todos os acontecimentos da sua vida e foi capaz de ver neles a actuação da mão de Deus. Maria não se ensoberbeceu pela sua especialíssima vocação, mas louvou o Senhor por ter olhado para a sua humildade e por nela ter feito grandes coisas. Esteve com Jesus no começo do seu ministério público quando, nas bodas de Caná, informou-o da precária situação: Não têm vinho. Maria assistiu-o na sua morte na cruz e aí tornou-se na Mãe de todos os crentes. No início dos Atos dos Apóstolos encontramos Maria no cenáculo, junto dos outros discípulos, em oração, e esperando a vinda do Espírito Santo. Para todo o Carmelita, Maria está sempre na sua própria vida, guiando-o e protegendo-o no seu obséquio a Jesus Cristo.

Durante muitos séculos o Escapulário do Carmo sintetizou no seu significado a relação dos Carmelitas com a Virgem Maria. O Escapulário constitui uma parte do hábito tradicional vestido pelos religiosos. Trazer o Escapulário é um sinal de consagração a Maria e de aceitação da sua proteção. Na Virgem Maria, os Carmelitas encontram a imagem perfeita de tudo o que eles esperam: entrar numa relação íntima com Cristo, estar totalmente abertos à vontade de Deus e deixar que as suas vidas sejam transformadas pela Palavra de Deus. Os Carmelitas consideraram sempre Maria como a Padroeira da Ordem, e proclamaram-na como Mãe e Formosura do Carmelo. Os Carmelitas vivem em intimidade espiritual com ela, para que possam aprender dela a viver como filhos de Deus. A celebração de Nossa Senhora do Carmo tem lugar a 16 de Julho e é a principal solenidade da Ordem Carmelita.

                                                                                        
                                                                                                             

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO CARMO


Ó Senhora do Carmo, revestido(a) de vosso Escapulário, eu vos peço que ele seja para mim sinal da vossa maternal proteção, em todas as necessidades, nos perigos e nas aflições da vida. Acompanhai-me com a vossa intercessão, para que eu possa crescer na Fé, Esperança e Caridade, seguindo Jesus e praticando a Sua Palavra. Ajudai-me, ó Mãe querida, para que, levando com devoção o vosso santo Escapulário, mereça a felicidade de morrer piedosamente com ele, na graça de Deus, e assim, alcançar a vida eterna. Amém

Colaboração Ir. Nilza do Carmo

Nenhum comentário:

Postar um comentário