quinta-feira, 31 de outubro de 2013

CONFISSÃO

(Miserere Mei Deus, secundum magnam misericórdiam tuam)

            É preciso saber que a confissão deve ser boa para livrar da condenação, porque a má confissão, em lugar de aproveitar, causa ainda maior dano. Ai! Quantos são os que se condenam por não se confessarem, ou por se confessarem mal! Grande é o numero deles.(Livro Missionários filhos do Imaculado coração de Maria)
            Confessa-te, pois, cristão, mas bem, e se salvarás, que é o que mais te importa. De que te servirá ganhar o mundo inteiro, se te perdes eternamente? (Livro Missionários filhos do Imaculado coração de Maria)
            Faça uma boa confissão, examina-te com toda atenção. Procure um lugar onde ninguém venha atrapalhar-te ou distrair-te, e ali peça a Deus a graça de conhecer todos os teus pecados e ter deles uma verdadeira dor. Logo, faça o exame refletindo nos Mandamentos da Lei de Deus, da Igreja e as obrigações do próprio estado. (Livro Missionários filhos do Imaculado coração de Maria)
            Há quem diga que a Confissão é uma invenção dos padres, que devemos nos confessar somente a Deus. Mas, Jesus é claro: “..recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, lhe serão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, lhe serão retidos.” (João 20; 22-23)
            Devemos receber o perdão através dos sacerdotes, que são os apóstolos “encarregados” da Missão de perdoar. Nossos sacerdotes são nossos apóstolos hoje, são os discípulos de Jesus.
            Não deixemos o inimigo nos enganar, e nos manter longe da Confissão. E sejamos verdadeiros católicos sem medo de professar a nossa fé.

Salve Maria!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário