quarta-feira, 12 de junho de 2013

Meditando o Evangelho !

“João replicou: Ninguém pode atribuir-se a si mesmo senão o que lhe foi dado do céu.  Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas fui enviado diante dele. Aquele que tem a esposa é o esposo. O amigo do esposo, porém, que está presente e o ouve, regozija-se sobremodo com a voz do esposo. Nisso consiste a minha alegria, que agora se completa.  Importa que ele cresça e que eu diminua. “- João 3:27-30.


       " Enquanto Maria é a primeira vocacionada do Novo testamento, podemos dizer que João é o primeiro vocacionado do Antigo Testamento, dia 24/06 é o dia de São João Batista. João foi um homem totalmente impregnado do amor Divino, vivia consumido pelo zelo da Glória de Deus e conseguiu tanta graça espiritual através de uma constante oração unida a penitencia e Jejum, porque não há progresso espiritual sem penitencia e sem jejum, que é uma regra muito firma na tradição da Igreja! Então você precisa entrar numa lógica de voltar-se para Deus e é por isso que apresentamos a figura de São João Batista.
      “Ninguém pode dar aquilo que não tem”. Hoje em dia tem muitas pessoas que não tem nada de Deus e que estão falando de Deus querendo vender Deus para as pessoas, pessoas que abrem as Igrejas, que fazem as pessoas irem atrás delas, atrás de bênçãos, de graças, sendo que não tem nem pra eles mesmos. Pois falam apenas do que não conhecem. A pessoa para falar de Deus primeiro deve conhecer a Deus e entender o sentido do Evangelho e não se admite que a pessoa fale do Evangelho e ao mesmo tempo queira conquistar bens materiais. Porque o Evangelho não foi nos dado para tornarmos pessoas felizes no molde desse mundo. A felicidade desse mundo consiste no dinheiro, nas coisas materiais, consiste numa realização simplesmente humana, e o Evangelho é para nós entrarmos no seguimento de Cristo, que é o seguimento da Cruz. João sabia disso, foi para o deserto para escutar a palavra de Deus no seu coração. E entender o sentido das coisas eternas por isso se consagrou e viveu como consagrado desde o ventre da sua mãe. Ele é mais do que um monge, do que um profeta ou um pregador da Palavra, ele é um consagrado, um servidor do Senhor. " (Por Frei Tiago de São José- Programa "A hora da Misericórdia 12/06/13)

Nenhum comentário:

Postar um comentário