quarta-feira, 17 de abril de 2013

Por: Frei Tiago de São José - Programa " A Hora da Misericórdia" 17/04/13- Santa Rita- Alto Paraná - Paraguay


A grande importância da vida contemplativa na Igreja é justamente guardar o deposito da fé, guardar a memória de Deus. Voltar-se para Deus, e fazer com que o mundo possa aurir dessa fonte contemplativa, que as vocações cultivam. Tudo isso é representado por João. Pedro e João representam a totalidade da Igreja, um na vida ativa, com obrigação de acompanhar a humanidade e dar uma resposta do Evangelho, interpretando com o tempo. Enquanto que João representa outra parte da Igreja que vive numa atitude de contemplação de um olhar voltado para Deus. É próprio da vida contemplativa, ser imutável, não ficar andando, ficar mudando, mas se estabilizar diante de Deus, no olhar para Ele, no encontro com Ele e ao mesmo tempo na espera da vinda Dele: “Ele fique assim até que eu venha”. Vamos pedir a Deus por toda Igreja para que na sua dimensão missionária e também na sua face contemplativa, a Igreja possa em tudo agradar a Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário