terça-feira, 19 de março de 2013

POR: Frei Tiago de São José - Programa "A Hora da Misericórdia" - Radio LUZ- Santa Rita - Paraguai 19/03/13


“Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria, de suas respostas. Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: ‘Meu Filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição’. Respondeu-lhes ele: ‘Por que me procuráveis? Não sabeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?’- Lucas 2;47-49


Ora querido irmão, querido irmã roga por São Jose e coloca hoje São José como seu amigo, seu intercessor, porque São José quer cuidar também da sua casa, da sua família, dos seus filhos, porque a ele foi confiado o cuidado da Bem Aventurada Virgem Mãe de Deus, a quem ele tratou sempre com muito respeito e muita ternura, ele jamais teve um se quer pensamento de maldade ou impureza. Deus tinha tanta confiança nele que o colocou ao lado de Maria porque ele sabia que São José seria o homem digno desta que é Bendita dentre todas as mulheres.
Deus confiou nada mais nada menos a São José o seu próprio Filho. E São José, como vimos ontem, recebeu essa Missão diretamente de Deus quando o anjo lhe falou em sonho: “ José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo. “Ela dará a luz um filho, a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo de seus pecados”. – Mateus 1;20-21. Quer dizer, Deus te confiou esse Menino para que você o eduque, para que você seja um pai para Ele. Imagine a honra desse homem. De fato, São José era nobre, pertencia a família de Davi, mas essa nobreza nunca foi questão para se sentir superior sempre teve carinho e amor por todos independente da condição social.

Um comentário: